domingo, 28 de outubro de 2012

Procura-se!


Procura-se alguém,  não precisa ser bela escultura, precisa apenas ter postura, alguém que ainda curta o drama de ser romântico, ainda escreva bilhetes e declame poemas.

Procura-se alguém que ainda queira sentar no fim da  tarde em uma cachoeira deserta, fazer  de descanso meu colo, ouvir os pássaros e observar o percurso das águas.

Procura-se alguém que leia meu olhar, ouça meu coração e entenda-me quando eu olhar para outra direção.

Procura-se alguém que acorde de madrugada, sentindo meu cheiro,  a decodificar meu corpo, que desvende meu prazer, atingindo o apogeu.

Procura-se alguém, para curtir um dia frio, de chuva, para ficar abraçadinho enrolado no cobertor, assistir a um bom filme de amor, dormir de conchinha e acordar envolto de carinho.

Procura-se alguém que já passou pela metamorfose da adolescência, que acredite ser possível  aos adultos desfrutar o amor, amor esse que espero e ávido busco!

Denilson 28/10/12

 

Um comentário:

  1. Preciosa esta procura que te faz escrever tão lindamente.Beleza e sensibilidade pura.Parabéns poeta.
    Felicidades e na tua alma a eterna primavera.
    Bjs. Eloah

    ResponderExcluir